Image default
Home » Deputado do Maranhão é detido suspeito de agredir músico e policial militar no Piauí
Maranhão

Deputado do Maranhão é detido suspeito de agredir músico e policial militar no Piauí

Fábio Macedo (PDT-MA) foi autuado lesão corporal e resistência à prisão.

O deputado estadual do Maranhão, Fábio Macedo (PDT-MA), foi detido suspeito de agredir um músico e um policial militar na madrugada deste sábado (9), em uma casa de shows na Zona Leste de Teresina. O parlamentar foi autuado por lesão corporal e resistência à prisão.

Segundo a Polícia Militar, o deputado jogou um copo de vidro no rosto de um músico da banda ‘Léo Cachorrão’ e também feriu um sargento da Polícia Militar na mão. “O músico teve um corte na região do rosto, foi levado para um hospital e recebeu atendimentos. O PM agredido pelo parlamentar teve um ferimento leve e já foi ouvido pelo delegado”, informou a tenente-coronel Elza Rodrigues, Relações Públicas da Polícia Militar do Piauí.

Segundo o delegado Sebastião Alencar, gerente de Policiamento Metropolitano, o homem que o Fábio Macedo agrediu ligou para a polícia após receber ameaças e agressões. “Dois policiais militares foram atender a ocorrência, um deles também foi agredido pelo deputado. Ele ainda chegou a ameaçar a vítima de morte na frente dos oficiais”, informou.

O deputado foi conduzido para a Central de Flagrantes de Teresina e liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

O cantor Léo Cachorrão enviou uma nota de esclarecimento sobre a confusão, que segundo ele, começou após negar o microfone ao deputado. O vocalista lamentou o episódio e afirmou que a banda continuará a cumprir a agenda de shows.

O deputado estadual Fábio Macedo também enviou nota à imprensa. O parlamentar afirmou que após o consumo de bebidas alcoólicas associadas à medicações para tratamento de saúde se envolveu em uma confusão em um bar na cidade de Teresina. Ele alegou enfrentar problemas de depressão e alcoolismo, e no momento da confusão estava sem o controle de suas faculdades mentais e estado de embriaguez.

Nota do cantor Leo Cachorrão

Em atenção e respeito a todos que me acompanham venho aqui esclarecer sobre o incidente que aconteceu ontem em uma casa de show onde eu me apresentava. Alguns sites de notícias de forma irresponsável divulgaram versões fantasiosas sem, sequer, checar os fatos.

Não existe neste episódio, com todos os presentes puderam ver, absolutamente nada de caráter econômico ou qualquer outro motivo que tenham especulado. Tudo aconteceu devido a uma negativa da minha parte em ceder espaço para o autor utilizar o microfone para cantar. Eu não poderia ter agido diferente, visto que, não tratava-se de festa particular e o público foi lá para assistir a apresentação da banda.

Quero tranquilizar a todos e agradecer todas as mensagens que estão me mandando perguntando sobre meu estado de saúde e prestando solidariedade. Estou bem, felizmente não sofri nenhum dano físico. Um músico da banda foi atingido mas já foi medicado e todas as medidas cabíveis já foram tomadas.

Lamento profundamente o ocorrido. Estava apenas, como todos os dias, fazendo o meu trabalho com muita responsabilidade e respeito ao público. Espero que este triste episódio não se repita para outros colegas de profissão não passem por este tipo de situação.

Aproveito a oportunidade para informar que a banda cumprirá a agenda normalmente, porque nosso compromisso é com nosso público, que graças a Deus sempre nos acompanha em todos os eventos.

Leo Cachorrão

Nota do deputado Fábio Macedo

O deputado estadual, Fábio Macedo vem a público esclarecer que após o consumo de bebidas alcoólicas associadas à medicações para tratamento de saúde se envolveu em uma confusão em um bar na cidade de Teresina. O parlamentar há anos enfrenta problemas de depressão e alcoolismo, no momento da confusão estava sem o controle de suas faculdades mentais e estado de embriaguez. Aos maranhenses que o elegeram e lhe confiaram o mandato como representante, manifesta as mais sinceras desculpas e se compromete em assumir todas as responsabilidades legais e morais, e se desculpa também com a Corporação da Polícia de Teresina, a quem muito respeita e admira o trabalho.

Deputado estadual Fábio Macedo (PDT-MA)

Fonte: G1 Maranhão

Posts relacionados

Diretora que barrou matrícula de aluno por corte de cabelo é afastada do cargo no Maranhão

Marconi FM

Mais de 13,2 mil CPFs são cancelados pela Receita Federal no Maranhão

Marconi FM

Queda de raio mata duas pessoas em Buriti da Inácia Vaz, no Maranhão

Marconi FM

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar a sua experiência. Clicando em ok você concorda e pode sair a qualquer momento. Aceitar Veja mais

Política de cookies