Image default
Home » Maranhão perdeu 80% da floresta amazônica nos últimos 70 anos
Maranhão

Maranhão perdeu 80% da floresta amazônica nos últimos 70 anos

“O que ainda resta de floresta protegida está em umas poucas unidades de conservação e terras indígenas, que sofrem uma série de pressões”, afirma pesquisador.

Segundo especialistas, o Maranhão perdeu 80% da floresta amazônica nos últimos 70 anos. A floresta ocupa 1/3 do território estadual e o desmatamento entrou na agenda de discussão no I Workshop sobre a Amazônia Maranhense, em São Luís, com a temática “Um olhar Educativo sobre um Ambiente em Transformação”.

“Significa dizer que o que temos ainda de floresta protegida estão em umas poucas unidades de conservação e terras indígenas, que sofrem uma série de pressões, a exemplo das queimadas e o desmatamento ilegal”, declarou o pesquisador Luís Jorge Dias.

Das 10 maiores cidades do Maranhão, cinco estão dentro do bioma amazônico. Em todas essas cidades, os estudos indicaram perda da biodiversidade, mudanças relacionadas ao clima e comprometimento na qualidade de vida da população.

Na parte maranhense da Amazônia Legal, um trabalho de pesquisa para reconhecer as potencialidades e fragilidades nas áreas econômica, social e ambiental envolveu estudantes e pesquisadores do IMESC e UEMA nos últimos seis meses. O zoneamento ecológico do bioma amazônico maranhense confirmou a área como um santuário de biodiversidade que está cada vez mais ameaçada.

“Nós estamos identificando espécies que estão cada vez mais ameaçadas de extinção e, ao mesmo tempo, identificando espécies que não tem registro em estudos anteriores no território maranhense”, afirmou a professora da UEMA, Ariadne Rocha.

Fonte: G1 Maranhão

Foto destaque: Reprodução/TV Mirante

Related posts

Aposta única de Salvador ganha R$ 32,6 milhões da Mega Sena

Marconi FM

Ex-prefeita Bia Venâncio tem nova condenação por improbidade administrativa no Maranhão

Jorge Quadros

Dívidas previdenciárias provocam bloqueio do FPM de 14 prefeituras do MA

Marconi FM

Leave a Comment

Este site utiliza cookies para aprimorar a sua experiência. Clicando em ok você concorda e pode sair a qualquer momento. Aceitar Veja mais

Política de cookies