Saiba como acontece o AVC e seus primeiros sintomas.

Você sabia que o AVC é uma das principais causas de morte e de sequelas no Brasil e no mundo? Pois fique ligado: o Acidente Vascular Cerebral (AVC) é muito mais comum do que você imagina e acontece de repente, deixando diferentes sequelas. Existem diversos sintomas que podem ser identificados e ajudam bastante nos primeiros momentos.

Antes, é importante entender o que é AVC e quais os tipos existentes. O acidente vascular cerebral (AVC) ou acidente vascular encefálico (AVE) é um derrame cerebral que ocorre quando há entupimento (isquêmico) ou rompimentos (hemorragia) dos vasos que levam sangue para o cérebro, com perda momentânea de suas funções e a paralisação da área cerebral que ficou sem circulação do sangue de forma adequada.

Existem dois tipos de AVC, o isquêmico, que é o mais comum e se caracteriza pela interrupção da circulação do sangue em determinada área do cérebro, e o hemorrágico, que apresenta maior mortalidade e é caracterizado pelo rompimento de um vaso sanguíneo, causando um derrame no cérebro (hemorragia).

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde em julho, o Acidente Vascular Cerebral foi considerado uma das maiores causas de morte e incapacidade adquirida em todo o mundo. No Brasil, é considerada a causa mais frequente de óbito na população adulta (10% dos óbitos), sendo a quarta maior taxa na América Latina. Mas para quem pensa que os casos afetam só a terceira idade, está enganado: ainda de acordo com o Ministério, 15 mil pessoas, entre 15 e 39 anos, são vítimas de AVC.

Conversamos com o médico neurocirurgião Arthur Lopes. O AVC, de acordo com o médico, acontece principalmente com diabéticos, obesos, cardíacos, fumantes, pessoas com colesterol alto e hipertensos, mas pode ocorrer com qualquer pessoa. “Toda pessoa, de qualquer faixa etária, pode ser acometida da patologia, principalmente acima dos 40 anos”, explica o Dr. Arthur Lopes.

A aposentada Maria José Carvalho, de 75 anos, que tem diabete e já sofreu um AVC isquêmico, hoje faz fisioterapia para recuperar os movimentos do lado esquerdo do corpo, sequela do acidente. “Eu comecei a sentir um formigamento e uma fraqueza nas pernas. Quando dei por mim, já estava sem o movimento todo do lado esquerdo”, relata Maria.

Ainda segundo o Dr. Arthur, o AVC acontece repentinamente, por isso torna-se primordial a identificação dos sinais de alerta, para o reconhecimento de ocorrências. Os principais sintomas são: formigamento na face, no braço ou na perna, distúrbios da consciência e da fala, desorientação no tempo e espaço e fraqueza nos membros. É importante que esses sinais sejam descritos pelos familiares no momento do atendimento médico.

Existe um teste de quatro passos, chamado SAMU, que é indicado pelos neurologistas e pode ajudar a identificar um AVC, tendo assim um melhor diagnóstico do paciente.

Peça para a pessoa sorrir e observe se a boca fica torta.
Dificuldade de levantar os dois braços, peça que a pessoa tente abraçar.
Solicite que a pessoa cante uma música e atente para a voz "embolada" ou arrastada.
Se você identificar um ou mais desses sinais, leve imediatamente para uma unidade de pronto atendimento médico.

O AVC acontece momentaneamente, e a precocidade na identificação do quadro, além da terapêutica adequada, são fundamentais para evitar sequelas.

Fonte: TAYLA OEIRAS / IMIRANTE.COM

Categoria:Saúde

Deixe seu Comentário


francisca das chagas da silva barbosa - 02/02/2018 10h18
e uma coisa comum agora qualquer pessoa de qualquer idade